Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2019

JACKSON DO PANDEIRO, UM SINGULAR ZÉ DA PARAÍBA

COMENTÁRIO DESTE BLOGUE: Artista que melhor modernizou os lundus, ajudou na popularização dos sambas no Brasil moderno e que também valorizou ritmos pernambucanos, como o maracatu, coco, xaxado e outros, Jackson do Pandeiro, o Rei do Ritmo, teria feito hoje 100 anos de idade.

Ele é uma das referências de uma cultura popular de verdade, criativa, de cabeça erguida, bem distante e muito superior da "cultura popular" que setores da intelectualidade cultural, nos últimos anos, tentaram blindar sob o pretexto do "combate ao preconceito".

Jackson do Pandeiro nada teve a ver com o mau gosto reinante de hoje, e mesmo nomes como É O Tchan e Harmonia do Samba não podem ser considerados seus herdeiros. Neste sentido, podemos afirmar que herdeiros de Jackson do Pandeiro, nascido José Gomes Filho, podem ser as bandas e os artistas de mangue beat, como Nação Zumbi, que, apesar da forte influência do rock, preservam também elementos da música popularizada pelo Rei do Ritmo.

Em t…

SÔNIA ABREU, PRIMEIRA DJ MULHER DO BRASIL, MORRE AOS 68 ANOS

COMENTÁRIO DESTE BLOGUE: Sônia Abreu foi a primeira discotecária brasileira, tendo começado sua carreira com apenas 13 anos, em 1964, e ela fez sua carreira como DJ de festas noturnas, mas também como radialista, tendo também colaborado com o mercado fonográfico. Ela seguiu sua carreira até que uma parada respiratória tirou sua vida.

Sonia Abreu, primeira DJ mulher do Brasil, morre aos 68 anos

Do portal Quem Acontece

Sonia Abreu, considerada a primeira DJ mulher do Brasil, morreu na noite de segunda-feira (26), aos 68 anos. Diagnosticada com esclerose lateral amiotrófica (ELA), doença degenerativa que afeta o sistema nervoso e provoca paralisia motora irreversível, a DJ teve uma fadiga respiratória e não resistiu. Ela estava internada desde sexta-feira (23), em um hospital de São Paulo.

Atuante no mercado fonográfico desde os anos 1960, Sonia mantinha-se na ativa mesmo com a saúde debilitada. Sua última apresentação aconteceu em junho deste ano, quando ela tocou na Galeria Olido, no cent…

MORRE PETER FONDA, DE 'EASY RIDER', AOS 79 ANOS

COMENTÁRIO DESTE BLOGUE: Filho do lendário ator Henry Fonda, irmão de Jane Fonda e pai de Bridget Fonda, todos com carreira na atuação, Peter Fonda começou sua carreira na Broadway e teve uma carreira bastante produtiva, como ator e eventualmente diretor, produtor e roteirista. Ele também atuou em vários seriados de TV nos anos 1960, como Naked City e The New Breed.

Ele ficou marcado pelo filme Sem Destino (Easy Rider), que completou 50 anos de lançamento no mês passado. O filme simbolizou o auge da Contracultura e, sendo também protagonizado por Dennis Hopper - além de ter Jack Nicholson e Toni Basil (do sucesso oitentista "Hey Mickey") em papéis pequenos - , representou a cultura psicodélica e o espírito de liberdade herdado da geração beat.

Fonda participou também de alguns filmes B de Roger Corman e teve participação nos seriados CSI: New York, ER e Californication. Escreveu uma autobiografia, Don't Tell Dad, em 1998. Em 2007, interpretou seu último papel, Mefisto, …

MORRE JOÃO CARLOS BARROSO, UM DOS ATORES MAIS SUBESTIMADOS

COMENTÁRIO DESTE BLOGUE: Ator pouco badalado, João Carlos Barroso era, no entanto, um ator competente e talentoso que, na maioria das vezes, conseguiu papéis menores, mas se dedicava a eles com muito empenho. Ele se destacou em novelas como Estúpido Cupido e Roque Santeiro.

Nos últimos anos, chegou a fazer parte, além do humorístico Zorra Total, das primeiras temporadas do programa reformulado, chamado Zorra, em 2015 e 2016. Ele se retirou de cena para se tratar de um câncer, mas morreu devido às complicações da doença, aos 69 anos.

Morre João Carlos Barroso, um dos atores mais subestimados da TV brasileira

Do Portal Terra

Descoberto aos 11 anos por uma equipe de cinema enquanto jogava futebol com amigos numa rua de Copacabana, João Carlos Barroso se tornou um ator popular nos primeiros anos de atuação na TV.

Conheceu o sucesso ao interpretar Caniço em Estúpido Cupido, a última novela em preto e branco da Globo – e atuou também na primeira em cores, O Bem-Amado.

O personagem que rendeu a …

CHACINA DA "FAMÍLIA MANSON" MATOU OS ANOS 1960

Do contrário que muitos imaginam, a década de 1960 não se limitou apenas ao triênio 1967-1969 e os fatos ocorridos anteriormente a esses anos não deveriam ser subestimados. A década foi riquíssima, e o certo é que, depois de um auge em 1968, os anos 60 se encerraram prematuramente em 1969.

O filme Era Uma Vez em Hollywood (Once Upon a Time in Hollywood), recentemente lançado por Quentin Tarantino, enfatizou o fim da inocência no famoso cenário cinematográfico estadunidense, mas podemos dizer que, com a chacina que matou a atriz Sharon Tate, grávida e prestes a entrar em nova fase na carreira sob influência do marido, o cineasta polonês Roman Polanski, houve também o fim de um tempo de inocência e idealismo que davam a imagem atraente da década.

Podemos dizer que 1969 já prenunciava os anos 1970 e a década setentista praticamente começou nesse ano. No Brasil, por exemplo, 1969 foi o ano em que o Ato Institucional Número Cinco (AI-5), decretado em 13 de dezembro de 1968, começou a vale…