Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2019

THE CARS PERDE SEU "MOTORISTA" RIC OCASEK

Por Alexandre Figueiredo

É ilustrativo que o maior sucesso dos Cars, uma balada que toca geralmente em rádios de pop adulto, se intitula "Drive", um trocadilho com o nome da banda. Como vários conjuntos que tocam nessas rádios - que pecam pela repetição constante de músicas e pela execução excessiva de flash backs que fazem perder o sabor nostálgico - , "Drive", embora uma boa música, não é o cartão de visitas dos Cars.

O futuro dos Cars estava incerto, mas a banda praticamente se encerrou - embora, na ocasião deste texto, não houvesse um comunicado oficial - com o falecimento do vocalista e principal compositor Ric Ocasek, que sofria de doenças cardíacas e, inicialmente se recuperando de uma cirurgia, sofreu um efisema pulmonar e morreu enquanto dormia em sua casa, ontem, no dia 15 de setembro de 2019.

Cars havia sido uma banda de rock new wave, surgida em 1976 em Boston, Massachusetts, conhecida por um prolífico cenário de rock alternativo. Um dos embriões dos C…

ROBERTO LEAL, CANTOR PORTUGUÊS, MORRE AS 67 ANOS EM SP

COMENTÁRIO DESTE BLOGUE: Um ídolo pop de Portugal, ao se radicar no Brasil, tornou-se um dos ícones do fado pop mais populares no Brasil, lançado em 1974. Estando ativo até seus últimos dias, o cantor Roberto Leal, no entanto, não conseguiu se curar de um câncer muito raro e faleceu de insuficiência renal provocada por um tumor. 
A morte, aos 67 anos, de Roberto Leal causa comoção em muitos fãs que perderam o cantor, que simbolizou uma das nem sempre constantes permutas entre Brasil e Portugal nas últimas décadas.
Roberto Leal, cantor português, morre aos 67 anos em SP

Por Tahiane Stochero e Abrahão de Oliveira - G1 São Paulo

O cantor português Roberto Leal morreu na madrugada deste domingo (15), em São Paulo, aos 67 anos. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do Hospital Samaritano, onde o cantor estava internado. Ele ficou conhecido pelas músicas "Arrebita" e "Bate o pé".

O cantor deixa a mulher, Márcia Lúcia, e três filhos.

A morte ocorreu devido a…

AOS 50 ANOS, JORNAL NACIONAL NÃO É MAIS REFERÊNCIA DE TELEJORNALISMO

CID MOREIRA E HILTON GOMES NA ESTREIA DO JORNAL NACIONAL, EM 1969.
Por Alexandre Figueiredo
A rigor, o programa Jornal Nacional nunca foi, realmente, uma referência para o jornalismo. Não que não houvesse bons jornalistas envolvidos, mas é porque o programa, quando surgiu, tornou-se uma expressão dos interesses midiáticos associados à ditadura militar, que em 01 de setembro de 1969 já havia consolidado o poder maligno do Ato Institucional Número Cinco (AI-5).
A Rede Globo teve seu crescimento ajudado pelos militares. As Organizações Globo já haviam impulsionado o surgimento da primeira emissora da rede, a TV Globo do Rio de Janeiro, como uma concessão de televisão em nome da Rádio Globo, feita em 1957 durante o governo de Juscelino Kubitschek, mas, por ironia, num dia em que o incômodo João Goulart, vice-presidente, estava exercendo o mandato na ausência do titular.
Em 1962 há indícios secretos de que a empresa estadunidense Time-Life estava dando uma "ajudinha" na implantaç…

ELTON MEDEIROS E SUAS VERDADES SOBRE O SAMBA

COMENTÁRIO DESTE BLOGUE: A música brasileira de qualidade está perdendo seus mestres, e o samba, embora seja preservado como patrimônio musical, sofre duras perdas. O sambista Elton Medeiros faleceu no último dia 03, depois de dois dias internado por complicações de pneumonia.

Ele tinha 89 anos e ficou famoso pela parceria com nomes como Cartola, Nelson Sargento, com o qual formou os Cinco Crioulos (que chegou a acompanhar Clementina de Jesus) e Paulinho da Viola, com quem compartilhou alguns discos.

Elton Medeiros e suas verdades sobre o samba

Por Paulo Donizetti de Souza - Rede Brasil Atual

São Paulo – Elton Medeiros foi dos mais importantes compositores do samba brasileiro do século 20. Completaria, aliás, um século de vida em julho do ano que vem. Mas Elton Medeiros morreu nesta quarta-feira (4), em decorrência de complicações de uma pneumonia, e depois de meses brigando com uma saúde debilitada. Despediu-se da Terra e partiu para o céu da música um artista singular.

Certa vez, há 11…

JACKSON DO PANDEIRO, UM SINGULAR ZÉ DA PARAÍBA

COMENTÁRIO DESTE BLOGUE: Artista que melhor modernizou os lundus, ajudou na popularização dos sambas no Brasil moderno e que também valorizou ritmos pernambucanos, como o maracatu, coco, xaxado e outros, Jackson do Pandeiro, o Rei do Ritmo, teria feito hoje 100 anos de idade.

Ele é uma das referências de uma cultura popular de verdade, criativa, de cabeça erguida, bem distante e muito superior da "cultura popular" que setores da intelectualidade cultural, nos últimos anos, tentaram blindar sob o pretexto do "combate ao preconceito".

Jackson do Pandeiro nada teve a ver com o mau gosto reinante de hoje, e mesmo nomes como É O Tchan e Harmonia do Samba não podem ser considerados seus herdeiros. Neste sentido, podemos afirmar que herdeiros de Jackson do Pandeiro, nascido José Gomes Filho, podem ser as bandas e os artistas de mangue beat, como Nação Zumbi, que, apesar da forte influência do rock, preservam também elementos da música popularizada pelo Rei do Ritmo.

Em t…

SÔNIA ABREU, PRIMEIRA DJ MULHER DO BRASIL, MORRE AOS 68 ANOS

COMENTÁRIO DESTE BLOGUE: Sônia Abreu foi a primeira discotecária brasileira, tendo começado sua carreira com apenas 13 anos, em 1964, e ela fez sua carreira como DJ de festas noturnas, mas também como radialista, tendo também colaborado com o mercado fonográfico. Ela seguiu sua carreira até que uma parada respiratória tirou sua vida.

Sonia Abreu, primeira DJ mulher do Brasil, morre aos 68 anos

Do portal Quem Acontece

Sonia Abreu, considerada a primeira DJ mulher do Brasil, morreu na noite de segunda-feira (26), aos 68 anos. Diagnosticada com esclerose lateral amiotrófica (ELA), doença degenerativa que afeta o sistema nervoso e provoca paralisia motora irreversível, a DJ teve uma fadiga respiratória e não resistiu. Ela estava internada desde sexta-feira (23), em um hospital de São Paulo.

Atuante no mercado fonográfico desde os anos 1960, Sonia mantinha-se na ativa mesmo com a saúde debilitada. Sua última apresentação aconteceu em junho deste ano, quando ela tocou na Galeria Olido, no cent…

MORRE PETER FONDA, DE 'EASY RIDER', AOS 79 ANOS

COMENTÁRIO DESTE BLOGUE: Filho do lendário ator Henry Fonda, irmão de Jane Fonda e pai de Bridget Fonda, todos com carreira na atuação, Peter Fonda começou sua carreira na Broadway e teve uma carreira bastante produtiva, como ator e eventualmente diretor, produtor e roteirista. Ele também atuou em vários seriados de TV nos anos 1960, como Naked City e The New Breed.

Ele ficou marcado pelo filme Sem Destino (Easy Rider), que completou 50 anos de lançamento no mês passado. O filme simbolizou o auge da Contracultura e, sendo também protagonizado por Dennis Hopper - além de ter Jack Nicholson e Toni Basil (do sucesso oitentista "Hey Mickey") em papéis pequenos - , representou a cultura psicodélica e o espírito de liberdade herdado da geração beat.

Fonda participou também de alguns filmes B de Roger Corman e teve participação nos seriados CSI: New York, ER e Californication. Escreveu uma autobiografia, Don't Tell Dad, em 1998. Em 2007, interpretou seu último papel, Mefisto, …

MORRE JOÃO CARLOS BARROSO, UM DOS ATORES MAIS SUBESTIMADOS

COMENTÁRIO DESTE BLOGUE: Ator pouco badalado, João Carlos Barroso era, no entanto, um ator competente e talentoso que, na maioria das vezes, conseguiu papéis menores, mas se dedicava a eles com muito empenho. Ele se destacou em novelas como Estúpido Cupido e Roque Santeiro.

Nos últimos anos, chegou a fazer parte, além do humorístico Zorra Total, das primeiras temporadas do programa reformulado, chamado Zorra, em 2015 e 2016. Ele se retirou de cena para se tratar de um câncer, mas morreu devido às complicações da doença, aos 69 anos.

Morre João Carlos Barroso, um dos atores mais subestimados da TV brasileira

Do Portal Terra

Descoberto aos 11 anos por uma equipe de cinema enquanto jogava futebol com amigos numa rua de Copacabana, João Carlos Barroso se tornou um ator popular nos primeiros anos de atuação na TV.

Conheceu o sucesso ao interpretar Caniço em Estúpido Cupido, a última novela em preto e branco da Globo – e atuou também na primeira em cores, O Bem-Amado.

O personagem que rendeu a …

CHACINA DA "FAMÍLIA MANSON" MATOU OS ANOS 1960

Do contrário que muitos imaginam, a década de 1960 não se limitou apenas ao triênio 1967-1969 e os fatos ocorridos anteriormente a esses anos não deveriam ser subestimados. A década foi riquíssima, e o certo é que, depois de um auge em 1968, os anos 60 se encerraram prematuramente em 1969.

O filme Era Uma Vez em Hollywood (Once Upon a Time in Hollywood), recentemente lançado por Quentin Tarantino, enfatizou o fim da inocência no famoso cenário cinematográfico estadunidense, mas podemos dizer que, com a chacina que matou a atriz Sharon Tate, grávida e prestes a entrar em nova fase na carreira sob influência do marido, o cineasta polonês Roman Polanski, houve também o fim de um tempo de inocência e idealismo que davam a imagem atraente da década.

Podemos dizer que 1969 já prenunciava os anos 1970 e a década setentista praticamente começou nesse ano. No Brasil, por exemplo, 1969 foi o ano em que o Ato Institucional Número Cinco (AI-5), decretado em 13 de dezembro de 1968, começou a vale…

18 CURIOSIDADES QUE VOCÊ PROVAVELMENTE NÃO SABE SOBRE A MISSÃO APOLLO 11

COMENTÁRIO DESTE BLOGUE: Um dos grandes marcos da corrida espacial que envolveu os EUA e a antiga URSS é a viagem que uma missão de astronautas estadunidenses realizou a bordo do foguete Apolo 11. Neil Armstrong, Edward "Buzz" Adrin e Michael Collins realizaram a façanha que representou o cumprimento póstumo de uma promessa que o então presidente dos EUA, John Kennedy, realizou em 1961, durante um discurso.

Kennedy assegurou que astronautas iriam realizar uma viagem à Lua antes do fim da década de 1960, e isso representaria um avanço nas atividades espaciais dos EUA. A façanha possibilitou o desenvolvimento de pesquisas sobre outros planetas, mas, durante um período, acirrou as disputas na Guerra Fria, chegando a haver uma ameaça de "guerra nas estrelas" durante os governos do presidente Ronald Reagan. Felizmente, isso, por enquanto, não aconteceu.

18 curiosidades que você não sabe sobre a missão Apollo 11

Do portal Mega Curioso

Em 20 de julho de 1969, Neil Armstrong…

JORNALISMO PERDE PAULO HENRIQUE AMORIM

Por Alexandre Figueiredo

Morreu aos 77 anos, na manhã de 10 de julho de 2019, o jornalista Paulo Henrique Amorim. Um infarto fulminante calou a voz de um dos comentaristas mais afiados do país, não sendo por acaso que seu portal era chamado de Conversa Afiada, e o seu canal no YouTube, TV Afiada, no qual ele comentava as pautas das elites direitistas com peculiar senso de humor.

Amorim era filho do jornalista e estudioso do Espiritismo autêntico - nunca devidamente praticado no Brasil, já que o que se conhece como "Doutrina Espírita" brasileira nunca passou de uma reles repaginação do velho Catolicismo de raiz medieval que dominou o período colonial - , Deolindo Amorim. Deolindo era um dos críticos dos desvios que levaram à "catolicização" do Espiritismo.

Uma das primeiras atividades como jornalista se deu em 1961, quando ele era contratado pelo jornal A Noite. Ele participou da cobertura da Campanha pela Legalidade, movimento liderado por Leonel Brizola para gara…

A PERDA DE JOÃO GILBERTO NUM BRASIL MELANCÓLICO

Por Alexandre Figueiredo

Perdemos, hoje, o músico e cantor João Gilberto, considerado o pioneiro da Bossa Nova e seu artista mais audacioso. O artista baiano era conhecido pelo seu estilo ímpar e, há muitos anos doente e enfrentando briga entre seus filhos devido ao seu espólio, morreu aos 88 anos em sua casa, no Leblon, Zona Sul do Rio de Janeiro.

Nascido em Juazeiro, João havia feito aniversário no último dia 10 de junho, já extremamente fragilizado. Suas origens musicais remetem ao fim da infância, quando o filho de Joviniano Domingos de Oliveira, um próspero comerciante, e Martinha do Prado Pereira de Oliveira começou a tocar na banda escolar, quando viveu em Aracaju, Sergipe. Mas uma curiosidade veio ainda antes, quando João ainda viveu na sua cidade natal, no interior da Bahia.

Foi quando ele tinha sete anos e, ao ouvir uma performance de uma organista em uma igreja, durante um coral, percebeu um erro na execução musical, o que se tornou marca na carreira de João Gilberto, que …

SACRIFICANDO SUA HISTÓRIA, RÁDIO CIDADE RETOMA OBSESSÃO PELO ROCK

A "PRAIA" DA RÁDIO CIDADE ORIGINALMENTE ERA OUTRA, O POP CONVENCIONAL, COM ÊNFASE NA DISCO MUSIC.

Por Alexandre Figueiredo

"Tínhamos uma verdadeira fobia de que uma Rádio Cidade, de repente, despejasse, com seus milhares de quilowatts, rock sobre o Rio. Estaríamos ferrados", escreveu Luiz Antônio Mello no livro A Onda Maldita, dedicado à Rádio Fluminense FM, a "Maldita".

Como Antonio Salieri se aproveitando da morte de Wolfgang Amadeus Mozart - é famosa a lenda de que o primeiro, um maestro e compositor mais "técnico", teria envenenado o outro, considerado mais audacioso, porém, menos privilegiado socialmente - , a Rádio Cidade se aproveitou do fim da Fluminense FM para faturar em cima do segmento rock, mesmo estando este em relativa baixa.

Era 1995. A Fluminense FM, num irônico trocadilho com a frequência 94,9 mhz, saiu do ar assim que se encerrou setembro (mês 09) de 1994. A Jovem Pan entrou no ar e, entre os profissionais que trabalhavam a pr…