Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2018

MORRE NELSON PEREIRA DOS SANTOS, UM DOS PRECURSORES DO CINEMA NOVO

COMENTÁRIO DESTE BLOGUE: Precursor do Cinema Novo, Nelson Pereira dos Santos foi um dos grandes nomes do cinema brasileiro, ligado tanto ao documentário quanto à ficção. Foi um dos primeiros diretores brasileiros a pensar o cinema além da visão comercial, procurando também trazer as temáticas brasileiras para a tela grande. Fundou também a Escola de Cinema na Universidade Federal Fluminense.

Com os filmes Rio, 40 Graus (1955) e Rio Zona Norte (1957) - este com uma atuação surpreendentemente dramática de Grande Otelo, então no auge das comédias de chanchada - , Nelson, já na década de 1950, fazia os espectadores refletirem sobre a questão da pobreza e o problema das favelas brasileiras, numa visão crítica muito diferente do recente ufanismo apologista que envolveu esses redutos de pobreza e violência que atingem as classes populares.

Nos últimos anos, ele também era membro da Academia Brasileira de Letras, ocupando uma cadeira cujo patrono foi o poeta Castro Alves e seu primeiro ocupa…

COMO DONA IVONE LARA SE AFIRMOU NO MUNDO MASCULINO DO SAMBA

COMENTÁRIO DESTE BLOGUE: A Música Popular Brasileira de hoje sofre uma séria crise e o samba, em particular, também. Tudo isso por conta de um comercialismo musical voraz, que impede o crescimento da MPB nas rádios e na formação do gosto dos mais jovens.

No caso do samba, os mais jovens têm dificuldade de compreender a trajetória dos grandes artistas, e a cantora e compositora Dona Ivone Lara, recém-falecida aos 97 anos, não é exceção, ela que foi uma das maiores batalhadoras do ritmo e que, sendo mulher, foi, em seu tempo, uma das poucas compositoras num meio de compositores masculinos e de cantoras que só interpretavam repertório alheio, por mais conceituadas e respeitáveis que elas fossem.

Como Dona Ivone Lara se afirmou, 'pisando devagarinho', no mundo masculino do samba

Da BBC Brasil

Em 2012, Dona Ivone Lara, já dona de uma longa carreira, foi homenageada pelo samba-enredo da escola Império Serrano, que a descrevia como "Dona, Dama, Diva..." e "A rainha da ca…

RADIALISTA PAULO BARBOZA MORRE EM SP

COMENTÁRIO DESTE BLOGUE: A geração dos grandes comunicadores, verdadeiros artistas que, na quase solidão dos estúdios radiofônicos, sabiam interagir com os ouvintes de maneira habilidosa, está acabando, juntamente com o rádio AM. Hoje o rádio, naufragado em fórmulas comerciais vorazes, parece cada vez mais distante dos ouvintes, acompanhando o caminho da decadência da TV aberta.

Paulo Barboza se soma a essa geração que se vai, deixando na memória um tempo em que o rádio era mais ágil, criativo e humano. Ele foi um dos mais destacados comunicadores do Brasil, e seu falecimento, aos 73 anos, comoveu o país e fez seu nome estar entre os trend topics do Twitter, tamanho era o seu talento, carisma e popularidade.Paulo, agora, sobrevive através da memória e do legado que ele deixou para a História do Rádio.

Radialista Paulo Barboza morre em SP

Do Portal G1

O radialista Paulo Roberto Machado Barboza morreu, aos 73 anos, na madrugada desta segunda-feira na cidade de São Paulo. Ele sofreu um inf…

CINEMA PERDE MILOS FORMAN, UM DIRETOR DE OLHAR CRÍTICO E IMPLACÁVEL

COMENTÁRIO DESTE BLOGUE: Milos Forman, cineasta tcheco, faleceu aos 86 anos deixando um legado instigante e reflexivo, representando mais uma perda de cineastas que não faziam de seus filmes meros entretenimentos, mas meios de expressar um pensamento crítico. Ele é conhecido pelos filmes feitos no mercado estadunidense, mas sua origem se deu no cinema da antiga Tchecoslováquia, país que havia deixado há 50 anos, devido à repressão comunista contra a Primavera de Praga.

Cinema perde Milos Forman, um diretor de olhar crítico e implacável
Jornal do Brasil
+A-AImprimir
Paulo Francis, que não subestimava a importância dos filmes de Martin Ritt, dizia que o maior ataque de Hollywood ao racismo era obras de um cineasta checo radicado nos EUA - Na Época do Ragtime. No começo dos anos 1980, Milos Forman não apenas vencera o Oscar, como fizera história como o segundo diretor a vencer o Big Five, as cinco principais categorias. Melhor filme, direção, roteiro, ator e atriz. O primeiro, nos anos 1930…

60 ANOS DEPOIS, MÚSICO QUE LANÇOU A BOSSA NOVA ESTÁ DOENTE E MEDIANTE BRIGA JUDICIAL

Por Alexandre Figueiredo

Não era isso que os brasileiros esperariam do grande João Gilberto, 60 anos depois daquele jovem de Juazeiro ter renovado a música brasileira com uma linguagem e um estado de espírito arrojados da Bossa Nova. O músico, recentemente, anda muito doente e frágil e sob disputa judicial de seus filhos com uma companheira do bossanovista.

A Bossa Nova tem origens e precursores controversos. Há quem diga que a Bossa Nova começou em 1956 com a peça Orfeu da Conceição, de Vinícius de Moraes, com música de Tom Jobim. A canção "Se Todos Fossem Iguais a Você" é desta peça. Ou então em 1957, numa apresentação de samba sessions por um pessoal "bossa nova" num colégio no Rio de Janeiro. Ou na gravação de "Chega de Saudade" na voz de Elizeth Cardoso, com João Gilberto no violão e arranjo de Tom Jobim.

Mas não existe a menor dúvida que João Gilberto foi o músico que mais contribuiu para a linguagem e o estado de espírito da Bossa Nova. Mesmo dian…

O DIA QUE "UNIU" MARIELLE FRANCO E EDSON LUÍS DE LIMA SOUTO

Por Alexandre Figueiredo
50 anos separam duas tragédias, mas de repente elas se tornam bem próximas, pela comoção causada entre os brasileiros. O estudante Edson Luís de Lima Souto, também funcionário do restaurante Calabouço, no centro do Rio de Janeiro, e a vereadora do PSOL, Marielle Franco, se uniram pelas tragédias a que foram vítimas, que os transformaram em símbolos na luta contra a repressão aos direitos humanos.
Edson nasceu em 1950 e foi morto aos 19 anos, quando almoçava no restaurante em que trabalhava, ocasião que tornou-se trágica quando um tiroteio o atingiu, no momento em que policiais tentavam prender manifestantes estudantis. Edson não era militante e acabou sendo atingido, morrendo na hora, em 28 de março de 1968.
Marielle nasceu em 1979. Ativista negra, LGBT e feminista, ela foi a quinta vereadora mais votada nas eleições para o Legislativo do Rio de Janeiro, em 2016. Ela saía de um evento de debates na Lapa quando, já no bairro do Estácio, o carro em que estava f…

HÁ 41 ANOS OS 'DA POLTRONA' ERAM OUTROS

COMENTÁRIO DESTE BLOGUE: Os tempos televisivos do passado eram mais pueris e criativos, e mesmo o humor politicamente incorreto de Os Trapalhões não soava maledicente, assim como, no passado da TV dos EUA, a violência dos desenhos de Tom e Jerry e Pica-Pau não eram agressivas. Havia contextos de linguagem mais sutis que faziam com que certas expressões de humor cáustico não fossem problemáticas.

Hoje, numa época de crise de valores, é que a libertinagem extrema e o moralismo extremo disputam sua hegemonia no imaginário popular, através de expressões "cruas" do entretenimento televisivo, levando às últimas consequências a decadência da TV brasileira vivida desde meados dos anos 90.

É interessante ver o texto de Keila Jimenez sobre Os Trapalhões, humorístico da Rede Globo que, em 1977, marcou história pelas esquetes que, além das famosas tiradas irônicas e maliciosas, também apostavam na metalinguagem, como o personagem de Renato Aragão, Didi Mocó, "denunciando" alg…

IDOSOS CRITICAM "FUNK" EM CONVERSA E ELOGIAM FEVERS

MIGUEL PLOPSCHI E MICHAEL SULLIVAN, O SEGUNDO E O QUARTO DOS CINCO ACIMA, NA CAPA DO ÁLBUM A MAIOR FESTA DO MUNDO, DE 1983.

Por Alexandre Figueiredo

Um episódio insólito foi observado num supermercado no bairro de Icaraí, em Niterói. Dois idosos, amigos de longa data, estavam conversando e, de repente, um deles perguntou ao outro se ele gostava dos Fevers, banda da Jovem Guarda os Fevers, inicialmente denonimada "The Fevers", nos anos 1960.

"Você já ouviu os 'Feveres' (sic)?", perguntou o idoso, cantarolando depois um sucesso do grupo. O outro sorriu, dizendo que sim, e os dois fizeram comentários elogiosos ao grupo, que, apesar da grande popularidade, não foi um dos musicalmente mais significativos da Jovem Guarda, seguindo mais uma tendência comercial, influenciada pelo rock comportado de Pat Boone, Paul Anka e companhia.

Uma mulher idosa, esposa de um deles, se aproximou dos dois depois de pagar as compras e ficou criticando o "funk", estilo mu…

ATRIZ TÔNIA CARRERO MORRE AOS 95 ANOS NO RIO DE JANEIRO

COMENTÁRIO DESTE BLOGUE: A atriz Tônia Carrero foi uma das maiores musas do cinema brasileiro e havia sido, nos anos 1950, uma das mulheres mais desejadas do Brasil. Ela também foi notável pelo seu grande talento de atuação, sobretudo pelo seu projeto teatral ao lado do amigo Paulo Autran e do ator e diretor italiano Adolfo Celi, que marcou história nos palcos brasileiros.

Com uma carreira cheia de papéis notáveis no cinema, teatro e televisão, Tônia encerrou sua carreira em 2007, com sua participação no filme Chega de Saudade, de Laís Bodansky, lançado em 2008, e na peça Um Barco Para O Sonho, de Alexei Arbuzov, direção de Carlos Artur Thiré. Na televisão, sua última participação foi na novela Senhora do Destino.

Atriz Tônia Carrero morre aos 95 anos no Rio de Janeiro

Do Jornal do Brasil

A atriz Tônia Carrero morreu na noite deste sábado (3), aos 95 anos, no Rio de Janeiro. Maria Antonietta Portocarrero Thedim, seu nome de nascimento, passava por uma pequena cirurgia em uma clínica par…

ÍCONE DO PUNK E PÓS-PUNK, MARK E. SMITH MORRE AOS 60 ANOS

Por Alexandre Figueiredo

Patética a cultura rock brasileira dos anos 90 para cá. A chamada "nação roqueira" passou a ter preguiça para garimpar músicas e artistas menos conhecidos, se apegou aos "grandes sucessos" e foi tomada de um superficialismo imenso.

Pior: até uma aberração chamada "fãs de uma música só" apareceram, agindo feito uns idiotas usando as mãos para fazer guitarra-aérea (air guitar) ou então para usar os dedos para forjar o tal "gesto do capeta". Essa idiotização da cultura rock não permite que se conheçam nomes seminais lá fora, mas que são pouco conhecidos aqui.

No punk rock, por exemplo, as bandas de Manchester, Buzzcocks e The Fall, consideradas seminais e fundamentais no Reino Unido tanto quanto Sex Pistols e The Clash, são imperdoavelmente desconhecidas até por punks mauricinhos que imaginam que gostar de Offspring é tudo para a cultura punk. E isso num contexto em que outro grupo de Manchester, Joy Division, é conhecido …

ESCÂNDALO DE ASSÉDIO SEXUAL "UNE" TRÊS ATRIZES DOS ANOS 1960

Por Alexandre Figueiredo

Uma grande ironia dos últimos dois anos é que as denúncias de assédio sexual e estupro que se tornaram um escândalo em Hollywood acabou "juntando" três atrizes veteranas da década de 1960, grandes símbolos sexuais daquela época e que tiveram um marido em comum, o cineasta Roger Vadim, já falecido.

A primeira a comentar sobre o escândalo foi a atriz estadunidense Jane Fonda, em outubro de 2017. A atriz contou que foi estuprada na infância e, devido ao trauma sofrido na ocasião, criou uma organização para prevenir a gravidez precoce, além de apoiar iniciativas contra a violência sexual contra mulheres e meninas. Jane é conhecida pelo ativismo político e social.

Sobre o caso Harvey Weinstein, poderoso executivo e produtor de Hollywood, Jane, que se consagrou como musa pelo filme de ficção científica Barbarella, dirigido por Vadim em 1968, lamenta não tê-lo denunciado antes, pois já sabia das práticas de assédio e estupro dele:

"Queria ter dito ant…

RICK SPRINGFIELD PENSOU EM COMETER SUICÍDIO EM 2017

O MÚSICO AUSTRALIANO RICK SPRINGFIELD, TRANSFORMADO EM ANIMAÇÃO NO SERIADO MISSÃO MÁGICA, DA FILMATION, EXIBIDO NO BRASIL.

COMENTÁRIO DESTE BLOGUE: Em atividade até hoje, o cantor e guitarrista australiano Rick Springfield revelou, em entrevista recente ao Sirius XM, que em 2017 pensou em se suicidar. O músico sofre de depressão e compreendeu os dramas que levaram os roqueiros Chris Cornell, do Soundgarden, e Chester Bennington, do Linkin Park, ao ato extremo.

Rick, felizmente, não levou adiante tal decisão, mas resolveu falar do tema em seu disco mais recente. Desejamos que ele tenha vida longa e nunca pense em se suicidar, mas que ele possa também alertar ao mundo que ninguém se suicida por pura diversão, mas por viver dramas graves e profundos em suas vidas pessoais.

Em tempo: Rick Springfield marcou a infância de muitas pessoas através do desenho animado Missão Mágica (Mission Magic), que a Filmation (produtora do seriado He-Man) produziu em 1973. Rick dublava a si mesmo - seu per…

CARLOS HEITOR CONY MORRE AOS 91 ANOS

COMENTÁRIO DESTE BLOGUE: Conservador moderado, embora polêmico, Carlos Heitor Cony foi um dos maiores escritores do Brasil dos últimos tempos. Tendo defendido o golpe militar de 1964, como jornalista e cronista do Correio da Manhã, pouco após a instalação da ditadura militar, ele passou para a oposição. O livro O Ato e o Fato de 1964 foi um dos primeiros livros lançados com críticas à ditadura militar.

Não se considerava esquerdista e, em 2016, apoiou a queda da presidenta Dilma Rousseff. Ainda assim, deixou uma importante trajetória como cronista, romancista, articulista e intelectual, e era um dos membros da Academia Brasileira de Letras.

Uma curiosidade é que, quando ele era coroinha de uma igreja em Vila Isabel, Zona Norte do Rio de Janeiro, ele constantemente passava perto de um bar onde estava um grupo de rapazes, entre eles o notável compositor e sambista Noel Rosa. Cony faria 92 anos em março.

Carlos Heitor Cony morre aos 91 anos

Do Portal G1

O jornalista e escritor Carlos Heito…