Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2016

ATRIZ DEBBIE REYNOLDS MORRE UM DIA DEPOIS DA FILHA, CARRIE FISHER

COMENTÁRIO DESTE BLOGUE: 2016 foi um ano difícil, com muitas tragédias. E a tragédia de Carrie Fisher, morta relativamente jovem aos 60 anos e com duas gravações feitas para a dublagem de Uma Família da Pesada (The Family Guy), foi demais para a mãe, a atriz Debbie Reynolds, que, de tão abalada emocionalmente, sofreu um acidente vascular cerebral que a matou um dia após perder a filha.

Duas atrizes bem diferentes em trajetória, mas que eram mãe e filha, se igualaram também pela intensa e fiel legião de admiradores, que as continuará mantendo vivas na memória e no legado. Quanto a Debbie Reynolds, ela havia sido um ídolo juvenil em seu tempo, e uma curiosidade é que um dos mais recentes papéis de sua carreira foi sua participação na produção do Disney Channel, Halloweentown, no qual faz o papel de uma avó, Aggie Cronwell, que conta estórias de Halloween para seus netos.

Atriz Debbie Reynolds morre um dia depois da filha, Carrie Fisher

Do UOL, em São Paulo, com informações da Agência EFE

CARRIE FISHER, A PRINCESA LEIA DE "STAR WARS", MORRE AOS 60 ANOS

COMENTÁRIO DESTE BLOGUE: Uma das atrizes mais populares dos fãs de ficção científica, Carrie Fisher, consagrada pelo papel da Princesa Leia na saga Star Wars, não sobreviveu a um infarto, depois de quatro dias internada. A perda dela é uma das que fecham esse triste ano trágico de 2016, quando tantas personalidades admiráveis faleceram.

Carrie Fisher deixou um livro, The Princess Diarist, que contém anotações feitas durante as filmagens dos três filmes da saga Star Wars produzidos em 1977, 1980 e 1983. Ela também participou em filmes como Austin Powers: Um Agente Nada Discreto, O Império do Besteirol Contra-Ataca e As Panteras Detonando. Mas sua última participação no cinema será no papel de Leia em Star Wars: Episódio 8, a ser lançado postumamente em 2017.

Carrie foi filha da atriz Debbie Reynolds, que havia sido um ídolo juvenil nas décadas de 1950 e 1960. Debbie agradeceu à solidariedade dos fãs, comovidos com a perda de Carrie, que neste contexto de tantas tragédias fará o Reveil…

HÁ 50 ANOS, PERDEMOS SYLVIA TELLES, UMA DAS MAIORES CANTORAS DO BRASIL

Por Alexandre Figueiredo

Até hoje, a perda da cantora Sylvia Telles, um dos maiores nomes da Bossa Nova e da moderna MPB, deixou uma lacuna irreparável. Diante de uma situação em que a MPB sofre uma crise, perdida em excesso de tributos e clichês pós-tropicalistas ou revivalistas, não há uma cantora que pudesse se equiparar à voz intensa, meiga, forte, dramática e sensualmente doce de Sylvinha Telles.

Ela teve uma breve carreira de 12 anos. Breve, mas de altíssima qualidade. Raramente compôs músicas, mas como intérprete dava sua marca forte em interpretações que se encaixavam em arranjos bossanovistas, jazzísticos e diante de uma orquestra. E tinha uma modernidade juvenil que dava um frescor musical intenso, de um grande talento prematuramente falecido.

Sua primeira música gravada foi "Amendoim Torradinho", composição de Henrique Beltrão, que fazia parte de um número musical da peça de teatro de revista Gente Fina e Champanhota, em 1955. Um dos músicos acompanhantes, José C…

JÔ SOARES SE DESPEDE DO 'PROGRAMA DO JÔ' CONSOLIDANDO SUA VERSATILIDADE

JÔ SOARES EM CARICATURA, NA ABERTURA DO 'SHOW A DOIS', PROGRAMA DA TV RECORD REALIZADO EM 1960.

Por Alexandre Figueiredo

Qual a ponte que liga o falecido apresentador Silveira Sampaio, um dos pioneiros dos talk shows da televisão brasileira, sucesso da TV Record nos anos 1950 e começo dos 1960, e o aposentado apresentador estadunidense David Letterman, um dos grandes sucessos da TV contemporânea?

Simples. O recém-extinto Programa do Jô, apresentado pelo famoso humorista de talento versátil, José Eugênio Soares, o Jô Soares (que no começo da carreira chegou a ser creditado como Joe Soares), aproveitou tanto a experiência do apresentador na equipe de roteiristas dos programas de Silveira Sampaio quanto a influência de The Late Show With David Letterman. Jô admirava ambos os apresentadores.

Jô é um dos últimos sobreviventes de um tempo que se encerra, de uma televisão dinâmica e vibrante, altamente criativa e que exibiu seu esplendor nos anos 1950 e 1960, mas mostrou alguns de se…

DOM PAULO EVARISTO ARNS FOI UM IMPORTANTE DEFENSOR DOS DIREITOS HUMANOS

Há que se convir. Enquanto movimentos religiosos tidos como "modernos", como as seitas evangélicas de tendência pentecostal, como a Igreja Universal do Reino de Deus, e o chamado Movimento Espírita Brasileiro, se comprometem a defender valores cada vez mais retrógrados e conservadores, a Igreja Católica, que havia passado tempos sombrios, havia tido, no século XX, suas figuras progressistas.

A Teologia da Libertação, corrente humanista lançada no II Concílio do Vaticano, no final de 1961, consiste na compreensão dos ensinamentos cristãos não como um meio de estabelecer a servidão dos devotos, mas a promover mudanças sociais que permitissem a justiça social e o combate à opressão, além de oferecer qualidade de vida a partir de uma educação que estimulasse a compreensão crítica da sociedade e a ação comunitaria.

Não por acaso, esse movimento católico, que criou as Comunidades Eclesiais de Base, teve uma ação decisiva na transformação das classes populares no Brasil, processo …

GREG LAKE, FUNDADOR E BAIXISTA DO EMERSON LAKE & PALMER, MORRE AOS 69 ANOS

COMENTÁRIO DESTE BLOGUE: Poucos meses após o falecimento do super-tecladista Keith Emerson, a banda Emerson Lake & Palmer, uma das mais destacadas do rock progressivo mundial, perdeu mais um integrante, o baixista e vocalista do trio, Greg Lake, que também fez parte da primeira formação do King Crimson, fundada pelo guitarrista Robert Fripp. Portanto, da banda, apenas Carl Palmer é o único membro vivo.

Curiosamente, Fripp havia se indignado com a entrada de Lake no ELP, depois de gravar dois álbuns com o King Crimson, entre eles o seminal In The Court of Crimson King, de 1969. Consta-se que foi com base nessa "ciumeira" que Fripp falou certa vez que o futuro da música estaria com as flautas de bambu, e não com os sintetizadores, aludindo ao instrumento de Keith Emerson.

Outra curiosidade trágica se refere a um projeto lançado por Emerson e Lake, não com Carl Palmer, comprometido com o Asia, mas com Cozy Powell, intitulado Emerson Lake & Powell, que havia lançado um …

O LEGADO DE FERREIRA GULLAR

COMENTÁRIO DESTE BLOGUE: Num ano de muitas mortes ilustres, se vai também o escritor, artista plástico, poeta e ativista cultural Ferreira Gullar, nome artístico do maranhense radicado no Rio de Janeiro, José Ribamar Ferreira. De uma rica trajetória, o intelectual fez parte do Centro Popular de Cultura da União Nacional dos Estudantes (CPC da UNE), entre 1961 e 1964.

Foi o principal e mais popular expoente do movimento concretista e é reconhecido pelos mais leigos como autor da letra em português de "Burbujas de Amor", sucesso de Juan Luís Guerra que virou, na voz de Fagner, "Borbulhas de Amor".

Embora ligado às vanguardas artísticas e culturais do Brasil dos anos 1950-1960, Gullar, nos últimos anos, adotava postura ideológica conservadora, tendo feito oposição enérgica aos governos do PT. Ainda assim, tinha uma reputação alta como artista e intelectual.

O legado de Ferreira Gullar

Por Pedro Zambarda - Diário do Centro do Mundo

Na ocasião da morte de Clarice Lispecto…

MORTE DE FIDEL CASTRO CONSOLIDA RETOMADA CONSERVADORA DOS ÚLTIMOS TEMPOS

Por Alexandre Figueiredo

Não fosse suficiente as ocorrências ultraconservadoras no mundo moderno, seja nos EUA, na Europa ou no Brasil, o falecimento do líder cubano Fidel Castro, ironicamente na noite de uma sexta-feira capitalista - a chamada Black Friday - , ontem, dia 25, consolidou os tempos sombrios que marcaram o doloroso ano de 2016.

Diante de tantos óbitos de pessoas importantes - no mundo, tivemos os falecimentos do músico David Bowie e do escritor Umberto Eco e, no Brasil, deixa lacuna um produtor de renome como Fernando Faro, da TV Cultura, que não viveu para ver o vexame da edição do jornalístico Roda Viva com o presidente Michel Temer - , a morte de Fidel, aos 90 anos de idade (completos no último 13 de agosto), traz uma reação desigual que simboliza os tempos de retomada ultraconservadora.

Enquanto os movimentos sociais e os grupos e personalidades progressistas em todo o mundo veem na morte de Fidel o fim de um ciclo de governos voltados à inclusão social, as elites c…

APAGOU-SE A CHAMA: LEONARD COHEN MORRE AOS 82 ANOS

COMENTÁRIO DESTE BLOGUE: Talentos diferenciados partiram nesse ano turbulento e sombrio de 2016, um número que parecia indicar uma conotação alegre mas tornou-se melancólico por seus inúmeros acontecimentos. 2016 parece uma canção de Leonard Cohen, falecido pouco tempo depois de lançar seu derradeiro álbum.

Apagou-se a chama: Leonard Cohen morre aos 82 anos

Por Miguel Martins - Carta Capital

Lançado há menos de um mês, o álbum do poeta e compositor canadense Leonard Cohen, You want it darker, é o segundo testamento musical legado por artistas atemporais em 2016.

David Bowie se foi dez dias após o início deste ano, deixando para trás Blackstar, lançado 48 horas antes de sua morte. A faixa Lazarus, carro-chefe do disco, trazia mensagens que se esclareceram em um curto espaço de tempo, como o verso de abertura “Look up here, I’m in heaven (Olhe aqui para cima, estou no paraíso)".

Morto aos 82 anos na noite de segunda-feira 7 (*), Cohen sentenciou na canção que dá título ao novo álbum:…

ÍRIS BRUZZI TEM CAUSA GANHA NO PROCESSO CONTRA TV RECORD

Essa não é o tipo de notícia que esperaríamos ouvir de Íris Bruzzi, uma das maiores musas do Brasil e um dos símbolos sexuais brasileiros dos anos 1960. Atriz que ultrapassou os limites do teatro de revista, Íris enfrenta a humilhação de ter sido maltratada pela TV Record, ao ponto dela mover um processo trabalhista contra a emissora.

Ela ganhou em segunda instância, num processo contra a emissora, acusada de obrigar a atriz a abrir uma empresa para ser contratada e, desta forma, a emissora descumprir compromissos trabalhistas. Em 2014 o contrato com a Record não foi renovado.

Íris estava na emissora desde 2006, e atuou em novelas de pouca expressão e baixa audiência. Atualmente morando nos EUA, Íris poderá ganhar R$ 1,5 milhão por indenização, além da Record ter que anotar informações da atriz como ex-funcionária em sua carteira de trabalho. A indenização inclui obrigações trabalhistas no tempo em que ela trabalhou na emissora, que no entanto pode recorrer da sentença, embora com me…

MORRE CARLOS ALBERTO TORRES, O CAPITÃO DOS CAPITÃES

COMENTÁRIO DESTE BLOGUE: O mundo esportivo perdeu uma de suas mais carismáticas e polêmicas celebridades, o ex-jogador, ex-treinador e comentarista esportivo Carlos Alberto Torres, que se destacou na controversa Copa do Mundo de 1970 como capitão da Seleção Brasileira que dividiu opiniões por se tornar tricampeã naqueles tempos difíceis da ditadura militar.

Morre Carlos Alberto Torres, o capitão dos capitães

Por Philip Verminnen - Agência Deutsche Welle

Carlos Alberto Torres, o capitão dos capitães, eternizado com a célebre imagem levantando a taça do tricampeonato mundial da Seleção em 1970, morreu vítima de um infarto fulminante nesta terça-feira 25, aos 72 anos. O ex-jogador trabalhava como comentarista no canal Sportv, onde realizou sua última participação no domingo. 

Considerado um dos maiores laterais-direitos do futebol mundial, Carlos Alberto chegou a ser escolhido por cronistas esportivos de todo o mundo para a seleção de jogadores sul-americanos de todos os tempos na posição d…

ROCK PERDE BOBBY VEE, ÍCONE DA VIRADA 1950-1960

A boa aparência e os temas predominantemente românticos, à primeira vista, poderiam fazer roqueiros mais radicais torcerem o nariz, mas a verdade é que não deixa de ser triste a perda do cantor Bobby Vee, popularizado pela canção "Take Good Care of My Baby", de 1961, composta por Carole King e Gerry Goffin.

Vee era bem diferente dos canastrões que faziam o chamado "rock comportado" daqueles tempos. A turma de Vee eram os roqueiros que se esforçaram para renovar o cenário musical estadunidense do final da década de 1950, uma cena que foi comprometida por quatro tragédias.

Em fevereiro de 1959, a carreira de Bobby Vee estava no começo, com ele ainda adolescente. num festival musical Winter Dance Party, uma excursão que passou por vários Estados dos EUA, como Wisconsin, Iowa, Illinois e Ohio, com várias atrações: Waylon Jennings, Dion & The Belmonts, Buddy Holly, J. P. Richardson (Big Bopper), Frankie Sardo, Tommy Alstrup, Carl Bunch e Richie Valens.

Bobby Vee er…

BOB DYLAN GANHA O NOBEL DE LITERATURA

Por Alexandre Figueiredo

Os idosos do rock continuam chamando a atenção num contexto em que, no Brasil, o rock virou escravo do hit-parade e há aberrações como jovens se dizendo fãs de bandas ouvindo apenas de um a três sucessos, influenciados por "rádios rock" que nunca passaram de genéricos "guitarrísticos" da Jovem Pan FM.

Afinal, eram músicos que não faziam o rock reduzir a uma masturbação movida a amplificadores, e alguns dos mais expressivos exemplos se apresentam no festival Desert Trip, em Indio, na Califórnia. Um deles, Bob Dylan, recebeu recentemente o Prêmio Nobel de Literatura, uma das categorias da famosa premiação sueca idealizada por Alfred Nobel dedicada a cientistas, ativistas e escritores.

Os juízes do Prêmio Nobel de Literatura levaram em conta a importância da poesia do cantor, nascido Robert Allen Zimmermann, que transformou a forma de escrever letras no rock. Até o músico Jimi Hendrix resolveu se tornar também vocalista e letrista pela forte …

JOHN LENNON NÃO TERIA AGUENTADO MAIS TOCAR "IMAGINE"

Por Alexandre Figueiredo

Muita gente acharia isso um absurdo, mas John Lennon não suportaria tocar "Imagine", composição que completa 45 anos de lançada hoje. A balada, com letra pacifista, tornou-se um grande sucesso mundial a partir de 11 de outubro de 1971 pela mensagem que conquistou multidões.

A música foi feita no contexto da Guerra do Vietnã e das preocupações que os músicos de rock passaram a ter, desde 1966, com os temas políticos e sociais. Mas o sucesso de "Imagine" fugiu do contexto do rock, atingindo um público que nunca estaria familiarizado com a trajetória dos Beatles.

E por que John Lennon não aguentaria mais a música? Sabemos que pessoas que morrem prematuramente viram mitos e se tornam idealizados por pessoas que não conhecem a fundo sua personalidade, mas acreditam que os falecidos adotariam posturas levando em conta não a sua individualidade, mas as expectativas dos fãs.

Não é bem assim. Lennon, acima de tudo, foi um músico de rock. Era o mais…

DESERT TRIP MOSTRA O LEGADO DO ROCK DOS ANOS 1960

PAUL MCCARTNEY, MICK JAGGER, NEIL YOUNG, ROGER WATERS, PETE TOWNSHEND E BOB DYLAN SÃO ALGUNS DOS MÚSICOS ENVOLVIDOS NO DESERT TRIP.

Por Alexandre Figueiredo

Um dos melhores eventos musicais deste ano, sem dúvida alguma, é o Desert Trip, um festival de rock clássico que acontece na cidade de Indio, na Califórnia, e cujas atrações são apenas de músicos e bandas relacionados ao som dos anos 1960, sendo em maioria ingleses.

Há ex-membros de bandas, como Paul McCartney (Beatles), Roger Waters (Pink Floyd) e Neil Young (Buffalo Springfield), o cantor solo Bob Dylan e as bandas Rolling Stones e Who, cujos integrantes que atuaram nos anos 1960 são Mick Jagger, Keith Richards e Charlie Watts (Ron Wood era da banda de Jeff Beck), da primeira, e Roger Daltrey e Pete Townshend, da segunda. Fora Neil, canadense, e Dylan, estadunidense, os músicos são britânicos.

Os Rolling Stones anunciaram um novo disco, que terá a habitual obra de Jagger e Richards mais versões de clássicos do blues. E, no festi…

ULYSSES, O MODERADO DEMOCRATA

ULYSSES GUIMARÃES (D), COM JUSCELINO KUBITSCHEK, TALVEZ EM 1956.

Por Alexandre Figueiredo

Ulysses Guimarães, que teria completado 100 anos hoje, passou a posteridade mais conhecido por ter feito a campanha pela volta das eleições diretas para a Presidência da República, que se tornou conhecida como Diretas Já e por ter presidido a Câmara dos Deputados durante a Assembleia Constituinte que elaborou a Constituição Federal de 1988.

A verdade é que Ulysses, formalmente um político de centro-direita, foi um dos mais moderados da História do Brasil. O que não significava falta de coragem ou atitude submissa. Embora conciliador, Ulysses se destacou pela defesa da lei e pelo combate ao abuso do arbítrio militar. Não foi um dos políticos cassados nem viveu no exílio, o que, para esquerdistas radicais seria uma atitude de fraqueza ou complacência.

Ulysses Guimarães, que foi líder estudantil nos anos 1930 e chegou a ser vice-presidente da União Nacional dos Estudantes, no período 1939-1940. Foi …

A FÁBRICA DE CHOCOLATES E A METÁFORA DA COMPETIÇÃO HUMANA

Por Alexandre Figueiredo

O filme A Fantástica Fábrica de Chocolate (Willy Wonka and the Chocolate Factory), de 1971, tem 45 anos de existência quando seu protagonista, o ator e diretor Gene Wilder, faleceu aos 83 anos depois de muito tempo doente do mal de Alzheimer.

Wilder, também conhecido por atuar e dirigir o filme A Dama de Vermelho (The Woman in Red), de 1984 - poucos anos antes do outro "Willy Wonka" (de 2005), o ator Johnny Depp, fazer sua estreia no seriado Anjos da Lei (21 Jump Street) em 1987 - , também atuou em vários filmes de Mel Brooks e em comédias ao lado do já falecido Richard Pryor.

Mas foi o personagem Willy Wonka o papel mais marcante e mais instigante, como o do filme correspondente. A curiosidade é que, apesar de ser um filme infantil, A Fantástica Fábrica de Chocolate traz um enredo de análise bastante complexa, que daria excelentes teses de mestrado com toda sua análise semiológica.

Aparentemente, o filme é uma gincana e uma apresentação de um "…

A RENÚNCIA DE JÂNIO QUADROS E A CRISE DO GOVERNO MICHEL TEMER

A MESÓCLISE OS UNE.

Por Alexandre Figueiredo

comparamos os governos de Michel Temer e Jânio Quadros. Há muito o que comparar os dois períodos, que envolvem crises políticas e os mesmos conflitos ideológicos de esquerda e direita, sobretudo num dia como hoje, em que a repentina renúncia de Jânio completa 55 anos.

Foi uma surpresa em plena manhã. É certo que o governo de Jânio estava em crise, e o governador da Guanabara, Carlos Lacerda, que apoiava Jânio desde quando este, governador de São Paulo, participou do golpe contra a posse de Juscelino Kubitschek, em novembro de 1955, não cansava de denunciar na televisão que se sentiu traído pelo então presidente.

Até a mesóclise é um ponto comum entre Michel Temer e Jânio Quadros. A ideia de dizer pomposas formas verbais como "far-lhe-á", "dar-lhe-ei" etc é algo que fez Jânio ser conhecido pelo anedotário popular pela expressão "fi-lo porque qui-lo", desmentida pelo próprio ex-presidente que afirmou ter dito …

MORRE EM SÃO PAULO O APRESENTADOR GOULART DE ANDRADE

ANÚNCIO DO PROGRAMA AH..LEGRIA KOLYNOS, DA TV TUPI CARIOCA, EM 1963.

Uma das grandes figuras da TV brasileira nos deixou. O apresentador Goulart de Andrade, conhecido pelo programa Comando da Madrugada, no qual soltava o simpático bordão "Vem Comigo", faleceu de insuficiência respiratória, aos 83 anos de idade.

Casado com Margareth Bianchini nos últimos 13 anos, Luís Filipe Goulart de Andrade deixou três filhos, três netos e uma bisneta. Era jornalista e um brilhante comunicador de televisão, com 61 anos de carreira na qual incluiu também sua experiência como produtor e diretor de programas de TV, como o Brasil 63, com a atriz Bibi Ferreira, na TV Excelsior.

Ele foi filho da cantora Elisinha Coelho, a primeira a gravar, em 1932, a música "No Rancho Fundo", de Ary Barroso e Lamartine Babo, e de Flávio Goulart de Andrade, antigo diretor do Senado Federal. De família alagoana, Luís Filipe era sobrinho-neto do escritor e dramaturgo José Maria Goulart de Andrade e neto …