segunda-feira, 22 de abril de 2013

MORRE AOS 72 ANOS RICHIE HAVENS, LENDÁRIO MÚSICO DE FOLK


COMENTÁRIO DESTE BLOGUE: A geração que viveu os anos da psicodelia já está morrendo, numa época de crise cultural que se vive hoje. Foi a vez de Richie Havens, grande figura do folk e um dos nomes de destaque de Woodstock original de 1969, falecer aos 72 anos, depois de um ataque cardíaco. Ele havia se aposentado por estar muito doente, no ano passado.

Morre aos 72 anos Richie Havens, lendário músico de folk

Do Portal Terra

Morreu nos EUA, aos 72 anos, o cantor e compositor Richie Havens, uma das grandes vozes da história da folk music. Ele foi a óbito após sofrer um ataque cardíaco. A informação foi dilvulgada por sua família em comunicado, nesta segunda-feira (22).

Nascido no Brooklin no dia 21 de janeiro de 1941, Havens ficou conhecido por suas versões para canções de sucessos do folk e do pop, como Just Like a Woman, de Bob Dylan, e Eleanor Rigby, dos Beatles, ambas gravadas no disco Mixed Bags, seu primeiro trabalho como cliente do então empresário de Dylan, Albert Grossman, lançado em 1967.

Em 1969, viu sua carreira engrenar de vez ao ser o primeiro artista a se apresentar no festival Woodstock, quando executou um repertório de quase três horas baseado em canções sobre fraternidade e liberdade individual. Entre elas estava Freedom, um de seus maiores sucessos - versão para Sometimes I Feel Like a Motherless Child, originalmente uma música sobre o sofrimento dos escravos nos EUA , datada de 1870.

A temática da liberdade individual, de fato, embasou todas as suas mais quatro décadas de carreira, iniciada em 1965. Com mais de 20 discos lançados - sem contar os registros ao vivo, seu forte, e as compilações -, Havens se dizia um comunicador, não um cantor. "Canto músicas que mexem comigo", disse certa vez em entrevista o músico, co-fundador do Northwind Undersea Institute, museu oceanográfico voltado para crianças, para quem dedicou grande energia a fim de conscientizá-las sobre a preservação da natureza.

O sentimento também o levou a criar a organização The Natural Guard, descrita por ele como "uma forma de ajudar as crianças a aprender que podem colocar a mão na massa em questões que afetam o meio ambiente". "Crianças podem estudar a terra, a água e o ar de suas comunidades e ver como podem fazer mudanças positivas com algo simples como plantar um jardim em um terreno abandonado", afirmava.

No auge de sua carreira na música, entre as décadas de 1960 e 1970, figurou em dez ocasiões na disputada parada de sucessos da Billboard, principal termômetro da indústria fonográfica norte-americana. Fez parcerias com grandes nomes da música como Peter Gabriel, Walter Parks e, mais recentemente, com o duo de eletrônico Groove Armada.

Ao longo de seus quarenta anos de estrada não parou de fazer discos e turnês, misturando ao folk gêneros como rock, blues, jazz, funk e até música country. Em 1993, se apresentou na cerimônia de posse do presidente Bill Clinton.

Herói da música de protesto - Handsome Johnny, No Opportunity Necessary..., Stop Pulling and Pushing Me -, Havens anunciou sua aposentadoria da música no ano passado, creditando a decisão a problemas de saúde.

Apesar da condição, o músico, sempre positivo em relação à vida e às pessoas, disse à revista Billboard apenas um ano antes sobre sua longa carreira: "tudo aquilo que desejei aconteceu. Nunca tive um dia ruim no palco e não acho que algum dia eu vá parar de tocar. Ao menos enquanto estiver vivo".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.