CANTORA DISCO DONNA SUMMER MORRE AOS 63 ANOS


COMENTÁRIO DESTE BLOGUE: A disco music, como derivada da soul music, vive da sina ingrata de seus muitos obituários. E só nos últimos três anos faleceram três ídolos de maior referência para o gênero, sobretudo relacionados ao hit-parade mais conhecido e apreciado pelas gerações mais recentes. Dessa forma, causam sério impacto as mortes de Michael Jackson, Whitney Houston e, hoje, a cantora Donna Summer, vítima de câncer no pulmão, aos 63 anos (faria 64 no final deste ano). E, de certa forma, Michael e Whitney estiveram associados ao mesmo universo disco do qual Donna foi a rainha suprema.

Cantora disco Donna Summer morre aos 63 anos

Do Portal UOL Entretenimento

LOS ANGELES, 17 Mai 2012 (AFP) -A cantora americana Donna Summer, "rainha da música disco" e famosa por sucessos como "Love To Love You Baby" e "Hot Stuff", morreu de câncer nesta quinta-feira aos 63 anos.

"Esta manhã, perdemos Donna Summer Sudano, uma mulher cheia de talento, sendo que o maior deles era a sua fé", afirmou sua família em comunicado.

"Enquanto lamentamos sua morte, estamos em paz celebrando a sua extraordinária vida e seu legado permanente. Palavras realmente não podem expressar o quanto nós apreciamos suas orações e seu amor para a nossa família neste momento difícil."

Segundo o site especializado em celebridades TMZ, a diva nascida em 1948 morreu de câncer no pulmão. O site citou fontes segundo as quais a cantora ficou doente por ter inalado partículas tóxicas após os atentados de 11 de setembro de 2001 em Nova York.

Summer, que também se tornou uma espécie de ícone da comunidade gay, alcançou a fama durante a era da disco music na década de 1970. Em sua canção de 1975 "Love to Love You Baby", uma das primeiras da música disco a ter sucesso, há gemidos eróticos.

A estrela de lábios carnudos e de sorriso largo, que tinha como produtor outro famoso nome da música disco, Giorgio Moroder, ganhou cinco prêmios Grammy durante sua carreira espetacular, incluindo o de melhor cantora em 1980 e o de melhor gravação dance, em 1997, com "Carry On".

"Depois desse sucesso não sabia o que fazer. Nada tinha sentido. Eu me sentia desesperada e deprimida. Comecei a tomar medicamentos", contou a cantora, anos depois, na televisão.

Foi com orações que ela recuperou o gosto pela vida, disse nessa mesma entrevista.

"Quando estou em uma pista de dança, quero ouvir algo que me permita esquecer todos os pensamentos negativos e todo o trabalho da semana passada para pensar em apenas uma coisa: ser livre por um minuto", disse ao jornal Newsday em 2008.

O anúncio de sua morte provocou diversas reações no Twitter, em que seu falecimento se tornou um dos temas principais.

"RIP Donna Summer! Você foi verdadeiramente uma inovadora!!!", escreveu no Twitter a cantora Mary J. Blige, enquanto a atriz Roseanne Barr disse "RIP Donna Summer, morta aos 63, "She Works Hard for the Money" era minha música favorita".

La Toya Jackson, irmã do falecido rei do pop Michael Jackson, cuja carreira decolou com os Jackson Five ao mesmo tempo que a de Summer, ressaltou: "Meus pêsames à família de Donna Summer e a seus entes queridos. Sentimos muito a falta dela".

"Ela era realmente a Rainha da Disco!", acrescentou.

A diva nasceu com o nome de LaDonna Adrian Gaines em uma grande família de Boston, e começou a cantar na igreja local antes de atuar em sua adolescência em uma série de grupos influenciados pelo estilo de música soul Motown Sound.

Acolheu seu nome artístico depois de se casar com o ator austríaco Helmuth Sommer em 1972, com quem teve uma filha, Mimi Sommer. Após se divorciar dele, a cantora, dona de um alemão fluente, escreveu seu nome na versão inglesa.

Summer é detentora do recorde de álbuns duplos consecutivos no topo do ranking da Billboard -três-, e foi a primeira mulher com quatro singles na primeira posição em um período de 12 meses, três sozinha e um com Barbra Streisand, de acordo com o site IMDb.

O TMZ indicou que a cantora lutou contra a sua doença de forma silenciosa, e que não parecia tão debilitada até algumas semanas atrás. Segundo as fontes citadas pelo site, a também compositora tinha se dedicado a terminar um novo álbum no qual estava trabalhando.

Summer se casou com o cantor Bruce Sudano em 1980, com quem teve duas filhas, acrescentou o TMZ.

Comentários