Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2012

ESCRITOR MILLÔR FERNANDES MORRE AOS 87 ANOS NO RIO DE JANEIRO

COMENTÁRIO DESTE BLOGUE: Depois de Chico Anysio, outro grande humorista faleceu, deixando órfã a cultura de nosso país. Sobretudo uma mente lúcida como Millôr Fernandes, um grande ativista do humor, da mesma geração de Chico Anysio - que vivia um grande clima de coleguismo sobretudo nos bares da vida - , e que estava por trás da coluna Pif Paf, de O Cruzeiro, da revista do mesmo nome e do histórico Pasquim, jornal de humor lançado em plena vigência do AI-5 da ditadura militar.

Millôr, do contrário que muito intelectualzinho festejado de hoje em dia, não acreditava nesse papo de "ruptura de preconceitos" que serve de apologia para a mediocridade cultural de nossos dias.

Millôr escrevia para Veja, mas se desiludiu com ela. E se foi, depois de ter ficado seriamente doente.

Escritor Millôr Fernandes morre aos 87 anos no Rio de Janeiro

Do Portal Terra

Millôr Fernandes morreu aos 87 anos de falência múltipla dos órgãos na noite da última terça-feira (27), segundo informou o Cemitério M…

MORRE ADEMILDE FONSECA, A "RAINHA DO CHORO"

COMENTÁRIO DESTE BLOGUE: De repente, se vão os artistas mais veteranos, num tempo em que a cultura de verdade tinha grande espaço no mercado e na mídia. Mas, pior do que perdermos essas pessoas, que naturalmente se vão idosas, é a perda crescente de referenciais, em nome de uma mediocrização que atinge as últimas consequências.

Uma curiosidade é que, dois dias antes de falecer, Ademilde havia gravado o programa Sarau, da Globo News, apresentado pelo âncora do Bom Dia Brasil Chico Pinheiro.

Morre no Rio, aos 91 anos, Ademilde Fonseca, a "rainha do choro"

Do Portal Terra

Morreu no final da noite dessa terça-feira (27), aos 91 anos, Ademilde Fonseca, considerada a rainha do choro. De acordo com a família, a cantora teve um mal súbito. O enterro será no cemitério São João Batista, em Botafogo, na zona sul do Rio de Janeiro, mas o horário não foi divulgado, de acordo com informações da rádio CBN.

A artista nasceu no dia 4 de março de 1921 em São Gonçalo do Amarante, no Rio Grande do N…

CHICO ANYSIO, 1931-2012

Por Alexandre Figueiredo

Não houve jeito. Depois de tantos comediantes da Escolinha do Professor Raimundo terem falecido, é a vez de seu professor deixar de cena.

E era, de fato, um professor de humor e de atuação. Francisco Anysio de Paula, conhecido como Chico Anysio, o humorista de diversos papéis, não aguentou mais o sofrimento de sua saúde frágil e extremamente problemática que o atormentava desde 22 de dezembro passado.

Chico Anysio foi o primeiro comediante a usar o vídeoteipe na televisão brasileira, para permitir a interação de mais de um personagem seu no Chico Anysio Show da TV Rio, a partir de 1960. Seus primeiros personagens, lançados entre 1957 e 1960, foram Santelmo, Quem-Quem, Coronel Limoeiro - que apareceu num comercial da Ford em 1960 - e Urubulino. A estes seguiram-se Salomé, Justo Veríssimo, Popó, Coalhada, Jovem, além do já citado professor Raimundo Nonato, entre muitos outros.

Sua trajetória de mais de 50 anos incluiu até mesmo uma hilária paródia dos Novos Baianos…

MORRE O CANTOR DE RÁDIO JORGE GOULART

COMENTÁRIO DESTE BLOGUE: A julgar pela memória curta, as notícias do falecimento do cantor Jorge Goulart são superficiais, diante da importância desse artista que, além de ter sido marido da notável Nora Ney (informação lamentavelmente ignorada por algumas fontes), era também um cantor e compositor peculiar.

Além do mais, ele era um dos reis do rádio brasileiro e participou de várias atividades e cantou até jingle para a campanha do marechal Henrique Lott para a presidência (mas não havia parentesco entre o cantor e o vice do militar, João Goulart), em 1960.

Diante dessa carência, preferi colocar três textos para dar uma noção mais detalhada sobre ele: duas diferentes notícias de sua morte e uma biografia do Dicionário Cravo Alvim de Música Popular Brasileira.

Morre aos 86 anos Jorge Goulart, compositor do sucesso "Cabeleira do Zezé"

Do Correio Braziliense

O cantor e compositor Jorge Goulart, um dos principais nomes da chamada "Era do Rádio", na década de 1950, foi ente…

A LIÇÃO DE DESPRETENSÃO DOS MONKEES

Por Alexandre Figueiredo

No Brasil, muita gente procura algum "cantor de protesto" por trás dos anódinos cantores bregas, às custas de muita pieguice e muita choradeira, como se a simples rejeição da intelectualidade especializada (e não-etnocêntrica, preocupada com a mediocridade cultural tal qual os educadores em relação ao analfabetismo) fosse uma "bandeira de luta" dos ídolos cafonas.

No exterior, porém, a história é outra. Mesmo ídolos mais comerciais, como Pat Boone e Ricky Nelson, quanto ídolos musicalmente mais "pueris", como Chubby Checker e os Monkees - que no último dia 29 de fevereiro havia perdido seu vocalista, Davy Jones, morto aos 66 anos por ataque cardíaco - , nunca se atreveram ao pretensiosismo mais preciosista, nem a serem associados a um ativismo político que não lhes interessava.

Os Monkees, aliás, eram até de fato injustiçados. Seguindo um filão juvenil do qual outro símbolo maior (e, igualmente, "saco de pancadas") , eram o…