BOB DYLAN FAZ 70 ANOS



Depois do rock dos anos 60 serem relembrados com a vinda de Paul McCartney ao Brasil, hoje é o dia de celebrarmos o aniversário de outro mestre musical, o cantor e compositor Bob Dylan.

Sim, Bob Dylan faz 70 anos e não é sempre que um nome histórico chega a essa idade e faz parte de nosso presente. Pois Bob Dylan foi muito mistificado, muito mitificado, mas sua contribuição à música é de tal relevância que mesmo muitos admiradores não conseguem compreender em sua totalidade.

Afinal, Bob Dylan recusava-se a ser conhecido como um cantor de protesto. Inicialmente tocando canções folk com instrumentos acústicos, irritou muita gente quando, em 1966, apareceu com guitarra elétrica e acompanhado de um grupo de rock. Bob Dylan nem esteve aí para tais reações.

Afinal, Dylan é uma personalidade complexa. Capaz de tocar para João Paulo II e de escrever letras mais complexas, de recusar a compor letras de protesto se houver pressão para isso.

Bob Dylan, por essas e outras, é Bob Dylan. Na vida íntima, um senhor de nome Robert Allen Zimmermann. Na vida artística, um compositor de talento bastante pessoal, que recentemente estava até próximo do blues, como aliás sempre esteve em um momento ou em outro. E, mesmo em discos menos inspirados, não deixava de ser um grande artista.

Aliás, algumas curiosidades envolvendo Bob Dylan e Beatles (já que Paul McCartney esteve por aqui).

Primeiro, ele teria sido o "Dr. Robert" da canção que o grupo inglês gravou no álbum Revolver, de 1966, composta por John Lennon (tendo McCartney no crédito de co-autoria).

Segundo, ele aparece entre os vários "vultos" na capa do álbum Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band.

Terceiro, foi colega de banda do já ex-beatle George Harrison, no grupo de folk rock Travelling Wilburys.

Talvez tenha alguma outra curiosidade envolvendo esses grandes nomes da música que eu tenha esquecido. Mas tudo bem. O que interessa é que vamos festejar o aniversário de Bob Dylan. Sem pieguices, por favor, porque ele não gosta.

Comentários