Pular para o conteúdo principal

Postagens

THE CARS PERDE SEU "MOTORISTA" RIC OCASEK

Postagens recentes

ROBERTO LEAL, CANTOR PORTUGUÊS, MORRE AS 67 ANOS EM SP

COMENTÁRIO DESTE BLOGUE: Um ídolo pop de Portugal, ao se radicar no Brasil, tornou-se um dos ícones do fado pop mais populares no Brasil, lançado em 1974. Estando ativo até seus últimos dias, o cantor Roberto Leal, no entanto, não conseguiu se curar de um câncer muito raro e faleceu de insuficiência renal provocada por um tumor. 
A morte, aos 67 anos, de Roberto Leal causa comoção em muitos fãs que perderam o cantor, que simbolizou uma das nem sempre constantes permutas entre Brasil e Portugal nas últimas décadas.
Roberto Leal, cantor português, morre aos 67 anos em SP

Por Tahiane Stochero e Abrahão de Oliveira - G1 São Paulo

O cantor português Roberto Leal morreu na madrugada deste domingo (15), em São Paulo, aos 67 anos. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do Hospital Samaritano, onde o cantor estava internado. Ele ficou conhecido pelas músicas "Arrebita" e "Bate o pé".

O cantor deixa a mulher, Márcia Lúcia, e três filhos.

A morte ocorreu devido a…

AOS 50 ANOS, JORNAL NACIONAL NÃO É MAIS REFERÊNCIA DE TELEJORNALISMO

CID MOREIRA E HILTON GOMES NA ESTREIA DO JORNAL NACIONAL, EM 1969.
Por Alexandre Figueiredo
A rigor, o programa Jornal Nacional nunca foi, realmente, uma referência para o jornalismo. Não que não houvesse bons jornalistas envolvidos, mas é porque o programa, quando surgiu, tornou-se uma expressão dos interesses midiáticos associados à ditadura militar, que em 01 de setembro de 1969 já havia consolidado o poder maligno do Ato Institucional Número Cinco (AI-5).
A Rede Globo teve seu crescimento ajudado pelos militares. As Organizações Globo já haviam impulsionado o surgimento da primeira emissora da rede, a TV Globo do Rio de Janeiro, como uma concessão de televisão em nome da Rádio Globo, feita em 1957 durante o governo de Juscelino Kubitschek, mas, por ironia, num dia em que o incômodo João Goulart, vice-presidente, estava exercendo o mandato na ausência do titular.
Em 1962 há indícios secretos de que a empresa estadunidense Time-Life estava dando uma "ajudinha" na implantaç…

ELTON MEDEIROS E SUAS VERDADES SOBRE O SAMBA

COMENTÁRIO DESTE BLOGUE: A música brasileira de qualidade está perdendo seus mestres, e o samba, embora seja preservado como patrimônio musical, sofre duras perdas. O sambista Elton Medeiros faleceu no último dia 03, depois de dois dias internado por complicações de pneumonia.

Ele tinha 89 anos e ficou famoso pela parceria com nomes como Cartola, Nelson Sargento, com o qual formou os Cinco Crioulos (que chegou a acompanhar Clementina de Jesus) e Paulinho da Viola, com quem compartilhou alguns discos.

Elton Medeiros e suas verdades sobre o samba

Por Paulo Donizetti de Souza - Rede Brasil Atual

São Paulo – Elton Medeiros foi dos mais importantes compositores do samba brasileiro do século 20. Completaria, aliás, um século de vida em julho do ano que vem. Mas Elton Medeiros morreu nesta quarta-feira (4), em decorrência de complicações de uma pneumonia, e depois de meses brigando com uma saúde debilitada. Despediu-se da Terra e partiu para o céu da música um artista singular.

Certa vez, há 11…

JACKSON DO PANDEIRO, UM SINGULAR ZÉ DA PARAÍBA

COMENTÁRIO DESTE BLOGUE: Artista que melhor modernizou os lundus, ajudou na popularização dos sambas no Brasil moderno e que também valorizou ritmos pernambucanos, como o maracatu, coco, xaxado e outros, Jackson do Pandeiro, o Rei do Ritmo, teria feito hoje 100 anos de idade.

Ele é uma das referências de uma cultura popular de verdade, criativa, de cabeça erguida, bem distante e muito superior da "cultura popular" que setores da intelectualidade cultural, nos últimos anos, tentaram blindar sob o pretexto do "combate ao preconceito".

Jackson do Pandeiro nada teve a ver com o mau gosto reinante de hoje, e mesmo nomes como É O Tchan e Harmonia do Samba não podem ser considerados seus herdeiros. Neste sentido, podemos afirmar que herdeiros de Jackson do Pandeiro, nascido José Gomes Filho, podem ser as bandas e os artistas de mangue beat, como Nação Zumbi, que, apesar da forte influência do rock, preservam também elementos da música popularizada pelo Rei do Ritmo.

Em t…

SÔNIA ABREU, PRIMEIRA DJ MULHER DO BRASIL, MORRE AOS 68 ANOS

COMENTÁRIO DESTE BLOGUE: Sônia Abreu foi a primeira discotecária brasileira, tendo começado sua carreira com apenas 13 anos, em 1964, e ela fez sua carreira como DJ de festas noturnas, mas também como radialista, tendo também colaborado com o mercado fonográfico. Ela seguiu sua carreira até que uma parada respiratória tirou sua vida.

Sonia Abreu, primeira DJ mulher do Brasil, morre aos 68 anos

Do portal Quem Acontece

Sonia Abreu, considerada a primeira DJ mulher do Brasil, morreu na noite de segunda-feira (26), aos 68 anos. Diagnosticada com esclerose lateral amiotrófica (ELA), doença degenerativa que afeta o sistema nervoso e provoca paralisia motora irreversível, a DJ teve uma fadiga respiratória e não resistiu. Ela estava internada desde sexta-feira (23), em um hospital de São Paulo.

Atuante no mercado fonográfico desde os anos 1960, Sonia mantinha-se na ativa mesmo com a saúde debilitada. Sua última apresentação aconteceu em junho deste ano, quando ela tocou na Galeria Olido, no cent…

MORRE PETER FONDA, DE 'EASY RIDER', AOS 79 ANOS

COMENTÁRIO DESTE BLOGUE: Filho do lendário ator Henry Fonda, irmão de Jane Fonda e pai de Bridget Fonda, todos com carreira na atuação, Peter Fonda começou sua carreira na Broadway e teve uma carreira bastante produtiva, como ator e eventualmente diretor, produtor e roteirista. Ele também atuou em vários seriados de TV nos anos 1960, como Naked City e The New Breed.

Ele ficou marcado pelo filme Sem Destino (Easy Rider), que completou 50 anos de lançamento no mês passado. O filme simbolizou o auge da Contracultura e, sendo também protagonizado por Dennis Hopper - além de ter Jack Nicholson e Toni Basil (do sucesso oitentista "Hey Mickey") em papéis pequenos - , representou a cultura psicodélica e o espírito de liberdade herdado da geração beat.

Fonda participou também de alguns filmes B de Roger Corman e teve participação nos seriados CSI: New York, ER e Californication. Escreveu uma autobiografia, Don't Tell Dad, em 1998. Em 2007, interpretou seu último papel, Mefisto, …